Coleção Tuberculose: "Iracema", de José de Alencar

R$ 45,00
R$ 45,00
R$ 45,00

Clássico do romantismo brasileiro, "Iracema" consagrou José de Alencar como um dos maiores escritores do país. O livro narra a história da índia Iracema, a virgem dos lábios de mel, que apaixona-se pelo português Martim, inimigo de seu povo. Na trama passada no início do século XVII, o amor proibido de Iracema é uma alegoria do processo de colonização do Brasil pelos europeus. Sem tentar imitar o estilo português ao tratar de temas nacionais, José de Alencar desenvolve sua própria linguagem, extremamente lírica e original.

Romancista, dramaturgo, jornalista, advogado e político brasileiro, José de Alencar nasceu no sítio Alagadiço Novo, Mecejana, Ceará, no dia 1º de maio de 1829. Foi um dos maiores representantes da corrente literária indianista e o principal romancista brasileiro da fase romântica. Entre seus romances destacam-se "Iracema" e "Senhora". Faleceu no Rio de Janeiro, no dia 12 de dezembro de 1877, vítima da terrível tuberculose.


Diga 33!

A Coleção Tuberculose reúne obras clássicas de escritores mortos pela peste cinzenta, doença terrível que, apesar de muito antiga, chegou ao seu auge nos séculos XIX e XX. Causada pelo bacilo de Koch, comumente atinge os pulmões de humanos desafortunados. Os infectados denunciam a moléstia com suas tosses sangrentas, marcas indeléveis retratadas com intensidade na literatura, frequentemente relacionadas a indivíduos famosos por suas vidas lascivas e desregradas. A todos que dela padeceram, eis aqui mais uma homenagem.

Os livros da Coleção Tuberculose foram encadernados à mão, com capa dura revestida em tecido de algodão cru impresso em serigrafia.